sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Americana que fingiu câncer e arrecadou R$ 6.900 é condenada

 Kody Grode (foto ao lado) arrecadou cerca de US$ 3.000 (R$ 6.900) com os amigos que acreditaram quando ela disse que lutava contra um câncer ovariano.

Era mentira. A americana de 24 anos, moradora de Yuma (Arizona, EUA), acabou desmascarada. Kody foi condenada a três meses de prisão e a três anos de supervisão judicial.

"Tudo o que ela fez foi premeditado. Câncer não é uma brincadeira. É muito real. Kody fez uma pegadinha com o câncer e com as pessoas que lutam por suas vidas", disse Clara Tolomei, lendo testemunho da filha, a ex-melhor amiga da golpista, de acordo com o afiliada da rede NBC. Ela e a filha, enganadas, chegaram a ajudar Kody a arrecadar dinheiro.

Documentos judiciais revelaram que Kody havia mentido para "não ter que trabalhar".